Articles

Depressão

In Saúde on Abril 18, 2013 by Admin

por Marisa de Abreu, psicóloga (ver link no final).

depressão

 

 

 

 

 

 

 

Uma característica peculiar da depressão é a “Conservação da disforia”, e se refere à tendência do depressivo em manter a sensação má. É uma dificuldade em livrar do marasmo, da sensação de tédio e de falta de animo. As mesmas coisas que em outros tempos deixava a pessoa empolgada, como por exemplo, viajar, comer num restaurante, podem perder a graça. A pessoa pode  perder o interesse, a vivacidade e se alguém a forçar a fazer alguma dessas coisas, ele até vai, vai meio que arrastada, no final até gosta, até percebe que valeu a pena, mas não foi o suficiente para deixá-la animada a fazer de novo.

Sintomas da depressão

  • Alterações do apetite e do sono
  • Sentimento de pesar ou fracasso
  • Dificuldade de tomar decisões
  • Irritabilidade ou impaciência
  • Achar que não vale a pena viver
  • Chorar à-toa
  • Dificuldade de concentração
  • Perda de energia e interesse
  • Sensação de que nunca vai melhorar
  • Dificuldade de terminar as tarefas
  • Sentimento de pena de si mesmo
  • Pensamentos negativos e de culpa injustificáveis
  • Perda do desejo sexual

Pensamentos da pessoa depressiva

Nos quadros típicos de depressão mesmo sem ter grandes problemas concretos na vida a pessoa sente os pequenos problemas de uma forma muito atormentada, e pode sofrer tanto como se fossem coisas realmente terríveis. Ao olhar de perto, o que se passa com ela são aquelas dificuldades do dia a dia de todo mundo, foi o leite que acabou, o ônibus que atrasou, ou seja, nada que mereceria tanta angustia.

Origens da depressão

Depressão adquirida – pelo processo do desamparo aprendido conforme descrito abaixo.

Deficiências química, teoria ainda não comprovada mas bem provável.

Herança genética, ou seja, as pessoas podem nascer com predisposição à depressão.

Medicação x Depressão

Existe uma via de mão dupla quando ingerimos antidepressivos. Tomando o medicamento antidepressivo pode haver mudanças nos sentimentos, ela muda sua visão negativa e passa a ter um olhar mais ameno sobre a vida. O interessante é que por conta da psicoterapia os pensamentos podem ser alterados positivamente, e com isso a química do seu cérebro também vai mudar. Ou seja, mudar os pensamentos tem o poder de alterar a química do cérebro e assim também controlamos a depressão. De toda forma o efeito do medicamento é o que se chama de efeito cosmético, ou seja, ele não elimina a depressão, o medicamento suspende a depressão enquanto a pessoa medicada, e se não aproveitar essa fase para mudar sua cabeça com uma terapia, ou sozinha se ela conseguir, a depressão voltará.

Memória da pessoa depressiva

Um ponto curioso em relação à depressão é a memória da pessoa depressiva é afetada, pois ela tende a lembrar só das coisas negativas, dos problemas não resolvidos, das mancadas que deu ou que deram com ela, e os eventos positivos vão para o esquecimento.

Porque é tão comum encontrarmos pessoas depressivas hoje em dia

Ao contrário do que muita gente diz, eu não vejo a depressão como um mal dos tempos modernos. Depressão sempre existiu, mas a medicina não tinha conhecimento suficiente sobre a mente humana.

Antes da psicologia o sofrimento humano era visto como coisa de “maus espíritos”, ou simplesmente era ignorado.

Até a uma geração antes da minha, eu tenho 47 anos, não se sabia que existia depressão pós-parto, diziam que a mulher estava “cansada”, isso quando não diziam que o que ela tinha era “frescura”.

O respeito pelo sofrimento mental é algo bem recente, mas ainda há muito por onde caminhar.

Porque o ser humano sofre de depressão

A explicação vem da evolução. O homem primitivo só sobreviveu porque aprendeu a observar com muita atenção os perigos. Ele acordava de madrugada para verificar se estava tudo ok, se ao caminhar na mata ouvia um barulho diferente, parava e prestava atenção para ver se não seria algum predador. Ele tinha razão de ser assim, pois o desastre estava ao lado. Nossos ancestrais precisaram dessa visão pessimista para sobreviver, como por exemplo para criar a agricultura, pois percebeu que contar apenas com o que encontrava nem sempre dava certo, precisava se proteger da fome e da morte. O homem primitivo desenvolveu uma visão muito pessimista da vida, porque era necessário.

Ansiedade x Depressão

A ansiedade anda de mãos dadas com a depressão. A ansiedade acontece quando sua mente procura o que está errado, claro que faz isto para se defender. Ansiedade é uma forma de defesa.

A ansiedade é o equivalente a luz do painel do seu carro dizendo que falta óleo. O que você faz? Desliga a luz do painel ou coloca óleo no carro? É claro que vai colocar óleo, mas e se você perceber que não está faltando óleo e a tal da luz continua acesa? Isso é a ansiedade, é ter um alarme falso, ou seja, uma reação muito maior que o problema. Um exemplo é o telefone que toca e você dá um pulo, quando vai atender vê que era alguém do telemarketing. A luz do seu painel está acendendo por nada.

Avalie sua ansiedade

Responda a quatro perguntas:

  • A ansiedade está te paralisando?
  • Ela é proporcional ao perigo?
  • Qual a intensidade?
  • É baseada na realidade?

Por exemplo: Você não anda de metrô porque tem medo de sofrer um acidente. Falta na prova porque tem medo de ser reprovado. Não procura emprego porque acha que não vão te contratar. Não dá sua opinião porque acha que vão considerar bobagem o que você tem a dizer. Briga toda hora com o namorado porque pensa que ele está te traindo. Ou seja, você está deixando de fazer coisas por medo, ou está reagindo exageradamente, ou preocupada por coisas que não estão acontecendo, então você sofre de ansiedade.

Quando a ansiedade é muito forte ela te paralisa, é improdutiva. Ex. O vendedor que não liga para os clientes com medo de que eles lhe digam “não”. O estudante que não quer ir para escola porque os colegas não o chamam para jogar futebol, e aí ele conclui que “todo mundo o odeia”. Assim percebemos como a depressão ocorre em consequência da ansiedade.

Desamparo Aprendido

Um dos caminhos para depressão aparecer é o desamparo aprendido, ou seja, a pessoa vai passando por tantas situações negativas até chegar um momento que perde a expectativa de que vá acontecer coisas melhores. Por exemplo: Uma menina que cresceu com meninos, e tudo o que esses meninos faziam era considerando interessante, e o que ela fazia era ignorado, o menino tirava nota alta, diziam que ele era super inteligente, ela tirava nota alta, diziam que não fazia mais que a obrigação. Os meninos eram incentivados a atividades em grupo, a menina era incentivada a ficar passiva e dependente. Esta menina cresce, e agora em novas situações, onde talvez não houvesse rejeição, ela não vai perceber que pode ser aceita, pode ser reconhecida, mas devido ao seu histórico ela fica cega a isso, cega para novas oportunidades, pois só consegue enxergar a repetição do seu passado, mesmo que esse passado não esteja mais ocorrendo. Ela se sente desamparada, sem saída. E desamparo produz depressão. (Texto completo sobre Desamparo você encontra abaixo – nesta mesma página)

Ruminação

Um forte fator desencadeante para a depressão é a Ruminação. A depressão é uma doença do pensamento. Vamos ver um exemplo: Duas pessoas são demitidas do seu trabalho. Uma sai para se encontrar com os amigos e falar da vida, de tudo, menos de emprego, patrão e demissão, no outro dia vai jogar bola, e no outro monta seu currículo e vai à luta para encontrar um novo emprego. Mas a outra pessoa de nosso exemplo fica pensando no que aconteceu, o que foi que ela fez de errado, revira tudo mil vezes, acha defeito no que fez, no que disse, no que vestiu, ou seja, rumina sem chegar a conclusão nenhuma. Adivinhem, quem vai ficar deprimido? O que ficou ruminando os problemas ou o que continuou a vida?

Busca do irreal

Outra explicação para depressão é a busca do irreal. Como por exemplo, a busca da perfeição que faz a pessoa perder um tempo danado em detalhes que não vão mudar em nada o resultado final. A busca de ser a pessoa perfeita que não dá mancada, não erra nunca. Luta para que tudo o que ela diz ou faz seja considerado muito interessante e importante por todo mundo. Com esse objetivo irreal o resultado será o fechamento para o mundo, pois nada do que tem a dizer vai considerar bom o suficiente.

Tem tratamento para depressão?

Tem medicação, que como eu já disse não elimina o problema, não reeduca o pensamento, o medicamento tem a função apenas de suprimir o sintoma, mas ao interromper o remédio o sintoma volta, e ainda temos que pensar sobre os efeitos colaterais e o risco de dependência. Mas vejam bem, não sou totalmente contra, conforme o caso é indicado sim, mas tem que ser muito bem avaliado por um bom psiquiatra.

Outra opção é o eletrochoque, que voltou a ser usado hoje em dia. É um tanto assustador, causa alguma perda de memória e confusão mental e indicado só para casos muito específicos. Uma ótima opção é a psicoterapia

Como funciona a psicoterapia para depressão

A terapia muda o padrão de pensamento depressivo, pensamentos de fracasso, derrota, perda, desamparo. Ensina resolução de problemas, pois quando a pessoa está deprimida não consegue ver a solução que muitas vezes está bem a sua frente.

Na terapia cognitiva a pessoa aprende a tornar conscientes os seus pensamentos automáticos, aprende a questionar os pensamentos disfuncionais e a mudar as crenças que estão eliciando esses pensamentos negativos.

A terapia corrige quatro grupos principais: pensamento, sentimento, comportamento e condição física.

Para se diagnosticar a depressão é necessário perceber sintomas nestes quatro grupos: Pensamento, sentimento, comportamento e condição física. Quanto mais sintomas a pessoa tiver mais intensa é a depressão.

Pensamento depressivo

O modo de pensar do deprimido é peculiar pois desenvolve uma imagem muito severa de si mesmo, do mundo e do futuro. O futuro para é sem esperança, acha que ele não tem direito a futuro porque não tem talento ou capacidade para fazer melhor. Qualquer pequeno obstáculo para será percebido como intransponível. Acha que tudo o que toca vira cinzas. O interessante é que é possível que ele convença as pessoas de que a vida é horrível e sem saída. Pessimismo que vê as causas dos seus problemas como permanentes e pessoais, ou seja, nada vai melhorar, nunca, e ele é o responsável pela sua vida ser esse horror.

Sentimento depressivo

O estado de animo do deprimido é horrível. Ele se sente mal, triste, desanimado, um poço de desespero. Chora muito, e será até pior quando não chora por sentir que seu desespero está além das lágrimas. A vida não tem sabor, tudo é sem graça. As piadas não são interessantes e as ironias são insuportáveis. Tem muita tristeza, mas também muita ansiedade e irritação, hostilidade e quando isso se apaga ele fica entorpecido.

Comportamento depressivo

O depressivo é passivo, indeciso e muitas vezes com tendências suicidas. A morte pode ser um pensamento constante como opção de saída desse sofrimento. Muitas vezes a pessoa só faz as coisas que são rotineiras, não inovam, não tentam nada diferente, e desiste de tudo com muita facilidade principalmente se for contrariado, por exemplo, se a caneta falhar ele joga ela fora e não escreve mais nada, ou, se vai comer macarrão, e alguém diz que seria bom se comesse uma fruta ele larga tudo e não come nenhuma das opções.

Condição física do depressivo

Os sintomas físicos ficam mais intensos quanto mais severa for a depressão. Não tem apetite, não tem animo para sexo, não dorme e se sente esgotado.

Tipos de depressão

Existem tipos diferentes de depressão como por exemplo a síndrome do ninho vazio que aparece quando os filhos vão embora; a depressão pós-parto que se inicia devido ao nascimento de um filho. Mas os três grandes tipos de depressão são a depressão típica, o transtorno bipolar e a distimia.

O mais importante é que você saiba que depressão tem tratamento e você pode melhorar muito sua qualidade de vida. Agende sua consulta.

http://www.marisapsicologa.com.br/depressao.html

Articles

NEURÓBICA – A ginastica do cerebro.

In Saúde on Outubro 8, 2012 by Admin

Quem foi que disse que o cérebro não precisa de exercícios para se manter ativo? Se o nosso corpo necessita de malhação para ficar sempre em ordem e cheio de disposição, por que com a mente seria diferente? O cérebro também vai perdendo sua capacidade produtiva ao longo dos anos e, se não for treinado com exercícios, pode falhar. O neurocientista norte-americano, Larry Katz, autor do livro Mantenha seu Cérebro Vivo, criou o que é chamado de neuróbica, ou seja, uma ginástica específica para o cérebro. A teoria de Katz é baseada no argumento de que, tal como o corpo, para se desenvolver de forma equilibrada e plena, a mente também precisa ser treinada, estimulada e desenvolvida. 

 

É comum não prestamos atenção naquilo que fazemos de forma mecânica, por isso costumamos esquecer das ações que executamos pouco tempo depois. “O objetivo da neuróbica é estimular os cinco sentidos por meio de exercícios, fazendo com que você preste mais atenção nas suas ações e então, melhore seu poder de concentração e a sua memória”, explica a psicóloga especialista em análise comportamental e cognitiva, Mariuza Pregnolato. “Não se trata de acrescentar novas atividades à sua rotina, mas de fazer de forma diferente o que é realizado diariamente”.

 

Para o neurologista da Unifesp Ivan Okamoto, tais exercícios ajudam a desenvolver habilidades motoras e mentais que não costumamos ter em nosso dia a dia, porém, tais habilidades em nada se relacionam com a memória. “Se você é destro e começa a escrever com a mão esquerda, desenvolverá sua coordenação motora de modo a conseguir escrever com as duas mãos e caso um dia, tenha algum problema que limite a escrita com a mão direita, terá a esquerda bem capacitada para isso. Mas o fato de praticar este tipo de exercício não significa que você se verá livre de problemas como esquecer de pagar as contas, tomar o remédio, ou algo do gênero”, explica o especialista.

 

Como funciona a neuróbica?A neuróbica consiste na inversão da ordem de alguns movimentos comuns em nosso dia a dia, alterando nossa forma de percepção, sem, contudo, ter que modificar nossa rotina. O objetivo é executar de forma consciente as ações que levam à reações emocionais e cerebrais. São exercícios que vão desde ler ao contrário até conversar com o vizinho que nunca dá bom dia, mas que mexem com aspectos físicos, emocionais e mentais do nosso corpo. “São esses hábitos que ajudam a estimular a produção de nutrientes no cérebro desenvolvendo suas células e deixando-o mais saudável”, explica Mariuza Pregnolato.

Quanto mais o cérebro é treinado, mais afiado ele ficará, mas para isso não precisa se matar nos testes de QI ou nas palavras cruzadas para ter resultados satisfatórios. “Estas atividades funcionam, mas a neuróbica é ainda mais simples. Em vez de se inscrever em um super desafio de matemática e ficar decorando fórmulas, que tal vestir-se de olhos fechados ou andar de trás para frente?”, sugere a especialista. A proposta da neuróbica é mudar o comportamento rotineiro para “forçar” a memória. Por isso, é recomendável virar fotos de cabeça para baixo para concentrar a atenção ou usar um novo caminho para ir ao trabalho. 

 

O papel dos sentidos

O programa de exercícios da neuróbica oferece ao cérebro experiências fora da rotina, usando várias combinações de seus sentidos – visão, olfato, tato, paladar e audição, além dos “sentidos” de cunho emocional e social. “Os exercícios usam os cinco sentidos para estimular a tendência natural do cérebro de formar associações entre diferentes tipos de informações, assim, quando você veste uma roupa no escuro, coloca seus sentidos em sinal de alerta para a nova situação. Se a visão foi dificultada, e é isso que faz com que você sinta o efeito dos exercícios, outros sentidos serão aguçados como compensação”, explica Mariuza. Para estimular o paladar, uma dica bacana é fazer combinações gastronômicas inusitadas. Já pensou em misturar doce com salgado? Maionese com leite condensado?

 

Corpinho de 40 e mente de 20! 

A neuróbica não vai lhe devolver o cérebro dos vinte anos, mas pode ajudá-lo a acessar o seu arquivo de memórias. “Não dá para aumentar nossa capacidade cerebral, o que acontece é que com os exercícios você consegue ativar áreas do seu cérebro que deixou de usar por falta de treino”, explica Mariuza.“Você só estimula o cérebro se o exercita, por isso quem sempre esteve atento a esta questão terá menos problemas de saúde cerebral, como demência e doenças cognitivas, como Alzheimer”.

 

21 dicas para você montar seu treino

O desafio da neuróbica é fazer tudo aquilo que contraria ações automáticas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional, por isso:

1-Use o relógio de pulso no braço direito;

2-Ande pela casa de trás para frente;

3-Vista-se de olhos fechados;

4-Estimule o paladar, coma comidas diferentes;

5-Leia ou veja fotos de cabeça para baixo concentrando-se em pormenores nos quais nunca tinha reparado;

6-Veja as horas num espelho;

7-Troque o mouse do computador de lado;

8-Escreva ou escove os dentes utilizando a mão esquerda – ou a direita, se for canhoto;

9-Quando for trabalhar, utilize um percurso diferente do habitual;

10-Introduza pequenas mudanças nos seus hábitos cotidianos, transformando-os em desafios para o seu cérebro;

11-Folheie uma revista e procure uma fotografia que lhe chame a atenção. Agora pense 25 adjetivos que ache que a descrevem a imagem ou o tema fotografado;

12-Quando for a um restaurante, tente identificar os ingredientes que compõem o prato que escolheu e concentre-se nos sabores mais subtis. No final, tire a prova dos nove junto ao garçom ou chef;

13-Ao entrar numa sala onde esteja muita gente, tente determinar quantas pessoas estão do lado esquerdo e do lado direito. Identifique os objetos que decoram a sala, feche os olhos e enumere-os;

14-Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavras;

15-Experimente jogar qualquer jogo ou praticar qualquer atividade que nunca tenha tentado antes.

16-Compre um quebra cabeças e tente encaixar as peças corretas o mais rapidamente que conseguir, cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu;

17-Experimente memorizar aquilo que precisa comprar no supermercado, em vez de elaborar uma lista. Utilize técnicas de memorização ou separe mentalmente o tipo de produtos que precisa. Desde que funcionem, todos os métodos são válidos;

18-Recorrendo a um dicionário, aprenda uma palavra nova todos os dias e tente introduzi-la (adequadamente!) nas conversas que tiver;

19-Ouça as notícias na rádio ou na televisão quando acordar. Durante o dia escreva os pontos principais de que se lembrar;

20-Ao ler uma palavra pense em outras cinco que começam com a mesma letra;

21-A proposta é mudar o comportamento rotineiro. Tente, faça alguma atividade diferente com seu outro lado do corpo e estimule o seu cérebro. Se você é destro, que tal escrever com a outra mão?

 

Hábitos saudáveis

Outra atitude indispensável para manter a memória sempre afiada, é prestar atenção na qualidade de vida. O neurologista Ivan Okamoto sugere um estilo de vida mais tranquilo, com alimentação balanceada, sem vícios e com a prática regular de exercícios físicos para manter o corpo e a mente saudáveis. “A melhor maneira de manter a memória em dia é cuidar da saúde, por isso é importante evitar cigarro e bebidas alcoólicas, seguir uma dieta equilibrada, praticar exercícios e exercitar o cérebro. Manter a atividade mental, seja trabalhando ou participando de alguma atividade em grupo, ajuda a elevar a autoestima e deixar a memória a todo vapor”, explica o especialista.

 

FONTE:  http://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/11342-21-exercicios-de-neurobica-que-deixam-o-cerebro-afiado

Articles

Os sete corpos

In Outros on Setembro 26, 2012 by Admin

CORPO FÍSICO





É o nosso veículo da terceira dimensão de natureza celular. Ele é necessário para o trabalho esotérico. Aqui é onde devemos por as nossas bases. Sem ele não seria possível iniciarmos o trabalho sobre nós mesmos. Lembremos que as bases do trabalho são os três fatores de revolução da consciência, assim como o Nosso Senhor, Jesus Cristo, nos ensinou. Quero me referir ao morrer, nascer e sacrifício pela humanidade. Na terminologia cristã: ’negue-se a si mesmo, carregue a sua cruz e siga-me’.




CORPO VITAL



Também possuímos um corpo vital, de constituição termo-elétrica. Ele tem a mesma forma e envolve todas as células do corpo físico. É o lingan-sarira o oriente, ou fundo vital. É a aura que muitos vêem.

Ele é composto por quatro éteres:


– Éter da Vida: Responsável pelos nossos processos de reprodução;


– Éter Químico: Possibilita os processos orgânicos e bioquímicos do nosso organismo;


– Éter Luminoso: É o calor do nosso corpo. Também nos possibilitam ao corpo físico as percepções sensoriais e extrasensoriais (acesso à quarta dimensão, telepatia, clarividência, etc.)


– Éter Refletor: Imaginação e vontade.

Sobre esse tema há um pormenor de ordem prática quer devemos elucidar. Certas pessoas tem dificuldades em trazer para o corpo físico as recordações dos sonhos, ou do ocorrido conscientemente na quinta dimensão. Isso se deve a uma pequena desordem no corpo vital. Como já ensinamos, a chave para se trazer as recordações do mundo astral é permanecer imóvel na cama ao acordar e ir intencionalmente lembrando os sonhos. Acontece que mesmo assim algumas pessoas tem dificuldades. Então, para essas pessoas, pois não lhes trabalham bem a ‘donzela das recordações’, devem fazer uma breve e singela oração ao Pai que está em secreto, para que tire de seu corpo nos momentos do sono a ‘donzela das recordações’, ordenando a ela que traga para o corpo físico as lembranças de tudo que ocorreu no mundo astral.


De tudo que ocorre nos momentos do sono podemos tirar informações para o nosso trabalho interior. Assim, devemos nos esforçar para trazer as recordações cada vez mais completas.




CORPO ASTRAL





É o nosso veículo de manifestação da 5ª dimensão. Na verdade, devido ao nosso atual estado de degeneração psíquica, somente possuímos um pseudo-corpo astral. Ou seja, o nosso corpo astral é como um espectro, não está completamente formado. Vamos detalhar um pouco mais esta questão. O fato é que hoje em dia este veículo está a serviço dos ‘eus’. E é justamente esta a questão. Não possuímos um corpo único de emoções, ou seja, não tem individualidade, pois ora deixamos um ego tomar conta de nossa máquina, ora outro. Muitas das nossas emoções são inconscientes e subconscientes. Negativas em geral. Somos seres sentimentalóides. Um Mestre que possua o verdadeiro corpo astral, o eidolon de Paracelso, o fabricou conscientemente e isso nós o podemos fazer utilizando a mesma energia com que fomos criados. Quero me referir à energia sexual. Assim, é do excedente da energia sexual transmutada que nós fabricamos o corpo astral individual, o qual serve à consciência, à essência, à alma. Isso o detalharemos nos capítulos que versam sobre magia sexual, o segundo fator de revolução da consciência, ou seja, o ‘nascer’.


Com o eidolon nos tornamos imortais na quinta dimensão. Conseguiremos vivenciar, enfim, as emoções mais divinas com que foram compostas algumas das grandes obras de arte, compreenderemos a compaixão e estaremos bem próximos do amor verdadeiro. Conquistaremos, também, o direito de realizar viagem astral conscientemente e de maneira positiva. Isso não quer dizer que não consigamos o desdobramento astral com nosso corpo espectral. O fato de não termos fabricado o eidolon nesta vida, nem em vida anteriores apenas nos limita as experiências vividas no mundo astral. Ou seja, não podemos adentrar em todos os templos sagrados. Nosso percepção geralmente sofre a desastrosa interpretação do ‘eu’, o qual traduz tudo através de sua velha maneira tosca e limitada de ver as coisas. Sem mencionar ainda o que há de mais desastroso: a fantasia e o desejo. Lembremos que alma é o silêncio mais inefável que pudermos encontrar dentro de nós mesmos e que a tudo permeia; lembremos, ainda, que a mente deve ser fluídica e intuitiva, captando a verdade das coisas de modo direto e não indutivo. Mas essas questões da mente são um assunto para o nosso próximo corpo…




CORPO MENTAL





Também é um veículo de expressão que está metido na Quinta Dimensão da Natureza.

Assim como acontece com o corpo astral, não o possuímos. Temos que fabricá-lo. Hoje em dia, devido ao nosso estado de consciência, possuímos apenas uma legião de corpos das mais diferentes formas, os quais caracterizam o modo tosco, selvagem e mesquinho de pensar dos nossos agregados psicológicos.


O corpo mental é um veículo que está embutido no corpo astral. Para se fazer o desdobramento mental, bastar se estar consciente na quinta dimensão, através do desdobramento astral, conforme ensinamos em lições precedentes, e fazer um movimento como que tirando algo de cima de si, dando uma ordem resoluta ao corpo astral: – corpo astral, sai de mim! Nestes instantes ficam os dois corpos frente a frente e podem conversar. É aí que nos damos conta que não temos um corpo mental individual, pois surgem uma legião completa, estes com aparência de homens, aqueles com formas de animais, estoutros com formas de bestas demoníacas. Essas são as formas das nossas maneiras inconscientes, subconscientes e infraconscientes de pensar. Leia-se o livro ‘A águia rebelde’ do V.M. Rabolú, para mais informações sobre o desdobramento mental.


O corpo mental se o fabricamos do mesmo modo como mencionamos acima, em referência ao corpo astral. Acrescentamos apenas que o excedente energético a que nos referimos, está relacionado com a serpente a qual estivermos levantando. Ou seja, o excedente da terceira serpente de fogo (ou Kundalini do mundo astral) criará o eidolon, e assim sucessivamente. Essas são as roupas de bodas mencionadas pelo ‘Apocalipse de São João’. Aquele que fabricou o corpo mental vence a morte. Poderá escolher onde e quando nascerá para terminar o seu trabalho, por exemplo. Entre outras maravilhas…


Quero abrir um pequeno parêntese agora, para mencionar que algumas pessoas podem já ter criado os corpos astral e mental em vidas anteriores, até um tanto remotas, mas por terem caído novamente em pecado perderam a consciência deles e de tudo o mais, porém, em virtude de tê-los criado, podem ter extrema facilidade em realizar o desdobramento astral. Na quinta dimensão essas pessoas virão um corpo luminoso, maravilhoso, muito além do espectral, comum e corrente. Essas pessoas infelizmente devem refazer o trabalho desde o início para readquirirem os direitos e poderes perdidos, entre eles o da imortalidade.


Senhores e senhoras, estes são os quatro corpos de pecado, pois servem de veículos de manifestação da nossa legião de defeitos. São os acima mencionados corpos físico, vital, astral e mental. Para se liberar esses corpos, passando sua expressão para a consciência livre, bem como para se fabricar os corpos de bodas da alma, ou seja, o corpo astral e mental individuais é necessário se trabalhar intensamente com os três fatores de revolução da consciência: morrer, nascer e sacrifício pela humanidade. Para que algo nasça, tem que ter morrido primeiro. Para se aprender a amar, temos que nos desegoistizar.


Os outros três corpos que o homem possui estão além dos defeitos. Ou seja, eles não servem de veículos de manifestação para o eu. São os corpos Causal, Budhico e Átmico.


CORPO CAUSAL



Como já dissemos anteriormente, o corpo causal está além dos defeitos psicológicos que caracterizam o mim mesmo. Ele é um veículo de expressão da sexta dimensão. Assim como acontece com os corpos astral e mental, nós não possuímos o corpo da vontade-consciência. Necessitamos fabricá-lo através do três fatores de revolução da consciência, em especial a Alquimia, a magia sexual, o segundo fator nascer.


Aquele que logra fabricar seu corpo causal solar torna-se um homem-autêntico perante as Hierarquias. Antes, ou seja, no nosso estado de consciência atual, somos apenas homúnculos racionais, meras vítimas das circunstâncias. Não somos capazes de criar conscientemente circunstancias favoráveis para nós mesmos. Deixamos apenas o ego satisfazer os seus desejos sem fim. Como disse o Buda ’temos que eliminar até a sombra dos nossos desejos’. É urgente que nos conscientizemos da necessidade premente de eliminarmos nossos defeitos psicológicos, egos, criações diabólicas até a raiz, para que nos tornemos dignos e donos de nossos processos psicológicos. Mas antes temos que entende-los e isso é o que vamos ensinar em lições futuras: a observar, analisar, julgar e eliminar o ego animal. Ensinaremos ainda como nos aproximarmos e conhecermos nossas partes superiores. Notem que a morte do ego animal toca a parte baixa de nosso ser e a Meditação toca a parte Divina, o próprio Ser.


Essa prática que vamos ensinar agora é para se chegar a conhecer o Pai Íntimo, que cada um possui o seu, dentro de nós mesmos. Deitados em confortável posição e local, longe da agitação do mundo, relaxamos bem o corpo e passamos a nos concentrar em nosso corpo físico. Coloquemos nossos cinco sentidos e mente no corpo físico. Imaginemos sua constituição, principais órgãos, etc. Lembremos que imaginar é ver. Depois falamos para nós mesmos: ‘eu não sou esse corpo físico’ e em seguida passemos a nos concentrar em nosso corpo vital. Tratemos de perceber ele dentro da gente. Imaginamos seu brilho, seus principais vórtices de energia, etc. lembremos que concentração é ter na mente apenas um pensamento. Depois dizemos para nós mesmos: ‘eu não sou esse corpo vital’. E passamos a fazer uma perfeita concentração no nosso corpo de emoções. Em seguida no nosso corpo mental. Depois no nosso corpo de vontade e assim como os demais terminamos dizendo: ‘eu não sou a vontade, eu não sou esse corpo de vontade’. Posteriormente passamos a nos identificar com a consciência. Nesse estágio já estaremos na sexta dimensão. Aí diremos: ’eu não sou essa consciência, eu sou Ele, Ele, Ele!’.




CORPO BUDHICO



O Corpo Budhico, ou Intuicional é mais um veículo de expressão da sexta dimensão da natureza. Porém ele é um veículo de expressão do nosso Ser.


Explicando o dito logo acima, é conveniente agora que lembremos do termo latim religare, de onde saiu a palavra religião e seus derivados. O fim último da grande obra é que nos religuemos com o nosso Real Ser Íntimo. No estado atual de consciência estamos desligados, desconectados do Pai que está em secreto. Dizem os grandes mestres que Ele é como um fogo Divinal que flameja incessantemente no âmago de Budhi. Ela é como um fino cristal divinal; Ela é a forma, a segunda energia do Cosmos. O amor incondicional. Nossa Divina Mãe.


Nós somos um aposento com lâmpada, mas, não obstante, sem luz, pela simples razão que está desconectada. Por isso carecemos de iluminação. A luz da consciência não penetrou jamais em nosso mundo interior. Assim, não é de admirar que não nos conheçamos, que não conheçamos o nosso ego, que não conheçamos, tampouco, as nossas partes divinas.

Não possuímos intuição. A intuição é o meio de comunicação com Deus. É a maneira de ouvir a “Voz do Silêncio” de Blavatisk. Aquele que possui a verdadeira intuição é capaz de, por exemplo, chegar a encontrar uma pessoa numa grande cidade sem ter o endereço dela, entre outras maravilhas.


as, o principal a respeito da Intuição é podermos fazer a vontade do Pai. “Seja feita a Sua vontade assim na terra como nos céus”. Como poderemos fazer a vontade do Pai, se não sabemos ouvi-lo? Como poderemos deixar de acumular carma sobre carma sem sabermos os caminhos verdadeiros do Pai?


Saibamos de uma vez que um dos maiores impedimentos para a desenvolvimento da Intuição é a mente. Futuramente desenvolveremos melhor esse tema, por hora urge dizer que a mente interrompe a comunicação com a parte Superior de nosso Ser. A mente na verdade era para ser um instrumento para servir à consciência. Mas, para a atual geração degenerada que participamos, esse instrumento foi endeusado, passando costumeiramente a ser uma ferramenta ativa que interpreta a tudo e nos impede de ver a verdade, de ver o novo. O novo, a verdade, a intuição somente aparecem quando os processos do pensar se calam e a consciência pode penetrar a tudo, capturando a verdade em pleno movimento. Com o exercício que acima passamos será possível calar os processos da mente. Durante a meditação não é que colocamos a mente no vazio, como alguns dizem, mas, sim, silenciamos os processos do pensar e aprendemos a trabalhar com a consciência. Porém, Deus, está ainda mais além da consciência. Apenas aqueles que o vivenciam sabem o que é sentir Deus dentro.




CORPO ÁTMICO



É um veículo que possuímos, mas assim como o corpo Budhico está desconectado de nós. È mais um veículo de expressão do Íntimo, do Pai que está em secreto, nosso real Ser. Como acima dissemos, temos que aprender a fazer a vontade do Pai. Hoje em dia apenas satisfazemos os desejos dos egos. Não possuímos uma vontade única e verdadeira. Se analisarmos friamente as coisas como acontecem de fato dentro de nós mesmos através da auto-observação, nos daremos conta que são os desejos que nos impulsionam, quando deveria ser a consciência livre e sapiente das conseqüências de nossos atos quem deveria empunhar a vontade. A vontade é um poder terrível que o homem nem sequer imagina ter. Os desejos escravizam, a vontade nos torna livres. Deus está mais além. Ele é um mistério que urge ser vivenciado. Não há palavras para descrevê-lo.


Com o trabalho dos três fatores de revolução da consciência regeneramos o corpo físico, revitalizamos o vital, construímos os corpos astral, mental e causal e nos religamos com nossa Mãe e nosso Pai Íntimos.

Recapitulando:


– corpo físico;


– corpo vital ou lingam sarira;


– corpo astral ou eidolon – temos que fabricá-lo;


– corpo mental – temos que fabricá-lo – com ele vencemos a morte física;


– corpo causal – corpo da vontade-consciência – com ele nos tornamos homens autênticos perante as Hierarquias;


– corpo budhico ou corpo intuicional – possuímos, mas estamos completamente desconectados de nossa Mãe Íntima;

– corpo Átmico – é o Pai que está em secreto.

Articles

Substância Cancerígena – Aviso da faculdade de Ciências

In Saúde on Agosto 31, 2012 by Admin

 Aviso da faculdade de Ciências·


PARA A VOSSA BOA SAÚDE!
Devem procurar o nome do composto em  inglês: Sodium   Laureth  Sulfate nos champoos e gels de banho. 

Aos produtos abaixo identificados juntam-se o gel de banho da Sanex, ossabonetes líquidos do Carrefour e Feira Nova (produtos brancos) e o shampoo da Dove.

Verifiquem se entre os ingredientes do champoo que usam há uma substância chamada ‘Lauril Sulfato de Sódio’ ou LSS . 


Esta substância faz parte da composição da maioria dos champôs pois os fabricantes utilizam-na por ela produzir muita espuma a baixo custo. No entanto o LSS é usado para lavar chão de oficinas (é um desengordurante).

Verifiquei que outras marcas como:
 VO 5, Palmolive, Paul Michell, Organics, Revlon Flex, Dimension o novo HernoKlorane champô, e muitas, muitas outras, contêm esta substância. 
Ligou-se para um destes fabricantes,e foi-lhes dito que eles estavam a usar uma substância cancerígena. Eles concordaram com a afirmação, mas disseram que não podiam fazer nada pois precisavam dela para produzir espuma.

A pasta dentífrica Colgate (bubbles) também contém LSS. 


Várias pesquisas têm mostrado que nos anos 80 a probabilidade de contrair cancro era de 1 em 8000 e nos anos 90 era de 1 em 3, o que é bastante grave.
Espero que tomem esta advertência com seriedade e a partilhem com as pessoas que conhecem, talvez possamos parar de ‘espalhar’ por aí o’vírus’ do cancro, evitando comprar champôs que contenham o LSS-Lauril Sulfato de Sódio, até que os seus fabricantes tomem a providência de  substituir este  componente  por outro que  não prejudique a saúde dos seus consumidores.

Por favor passem esta informação para o maior número possível de pessoas que isto não se trata de uma corrente, mas de uma preocupação com a nossa saúde.’ 
Faculdade de Ciências e TecnologiaUniversidade Nova de Lisboa

Dr.ª Catarina Roriz

Quotes

O TERCEIRO SEGREDO DE FÁTIMA

O TERCEIRO SEGREDO DE FÁTIMA

A Virgem Sagrada apareceu a três crianças em 1917. Isto foi provado; uma das  Meninas, Lúcia (Irmã Lúcia) viveu até 11 de fevereiro de 2005. Era freira e vivia enclausurada em um convento na Europa.A  irmã  Lúcia deu a conhecer a mensagem primeiramente ao Papa Pio XII que, ao  terminar de lê-la, estava tremendo, mas manteve isto em segredo e não a deu a conhecer.

No devido tempo também a leu o Papa João XXIII, que fez a mesma coisa. Eles  agiram daquele modo porque sabiam que, quando revelado, isto causaria pânico mundial e  desespero.
Agora,  com  a  morte  da irmã Lúcia, o segredo é revelado, não para causar pânico, mas para que as pessoas tomem conhecimento e se preparem.

A Virgem contou a Lúcia:
Profecia
 “… Minha  filha,  eu  digo  ao  mundo o que acontecerá.
Os homens não estão pondo em prática os Mandamentos que Nosso Pai nos deu.  O  ‘demônio’ está dirigindo o mundo, semeando o ódio e a discórdia em todos lugares.  Os  homens  fabricarão  armas  mortais que destruirão a Terra em minutos; a metade da humanidade será horrorosamente destruída e a guerra começará. Contra Roma, haverá conflitos entre ordens religiosas. Deus  permitirá   que todos os fenômenos naturais, como a fumaça, o granizo, o  frio, a água, o fogo, as inundações, os terremotos, o tempo inclemente, os desastres  terríveis e  os invernos extremamente frios, acabem pouco a pouco com a Terra. Estas coisas, de qualquer maneira, acontecerão antes do ano 2012.


A  esses  que não querem acreditar, agora é tempo, a Mãe Sagrada deles lhes fala:  Pratique atos de caridade com seu próximo que necessita; os que  não  se   amam  uns  aos outros como meu Filho os tem amado,

TODOS ESTES, NÃO SOBREVIVERÃO.

Eles quererão, quando for chegada a hora, ter morrido. Milhões destes perderão a vida em segundos.  A  classe  de castigos que está à nossa frente, na Terra, é inimaginável e eles virão, não tenham nenhuma dúvida. Nosso Senhor castigará duramente os que não crêem nele, os que o rejeitam e aqueles que não tiveram tempo para Ele.  Eu chamo a todos para que venham para meu Filho Jesus Cristo.  Deus  é  ajuda  para  o  mundo,  mas  todo aquele que não der testemunho de fidelidade e lealdade, este será destruído da pior forma.

A  irmã  Lúcia,  que  era  monja  de  clausura, não podia sair, nem receber visitas. O  padre  Agustín, que reside em Fátima, afirma que o Papa Paulo VI lhe deu permissão para visitá-la. Ele contou que ela o recebeu de coração partido e lhe falou: “… Padre,  Nossa  Senhora  está  muito  triste  porque  ninguém se interessou  pela  profecia feita por ela em 1917;  os  bons  têm  que caminhar  por  uma  estreita  estrada, enquanto os maus caminham  por uma larga avenida, que os levará  diretamente à  destruição; e acredite-me Padre, o castigo virá muito em breve.  Muitas  almas  podem  perder-se  e  muitas  nações desaparecerão da face da Terra.  Mas, apesar de tudo isso, se os homens meditarem, rezarem e levarem a  termo boas ações, o mundo poderá ser salvo. Caso contrário, se os homens insistirem em suas maldades, a Terra se perderá para sempre.”
Já  é  chegado  o  tempo  em que todos devem conhecer a verdade passada por Maria,  a mãe de Jesus e transmiti-la para os seus familiares, seus amigos, para os amigos  deles e ao mundo inteiro.Comecem a orar, a fazer penitência e a sacrificarem-se. Nós estamos a um passo do último dia e a catástrofe se aproxima.

Devido  a isso, muitos que estão afastados se voltarão aos braços da Igreja Católica. Inglaterra, Rússia, China, os protestantes e os judeus, todos regressarão,  adorarão e crerão em Deus, em seu Filho Jesus Cristo e em sua mãe, a Santíssima Virgem Maria. Mas o que nós devemos esperar?
Em  todos  lugares  se fala de paz e tranqüilidade, mas o castigo virá” .

Profecia:
 “… Um  homem  que ocupa uma posição muito elevada será assassinado e isto  causará a guerra.  Uma armada poderosa caminhará através da Europa e a guerra  nuclear  começará. 
Esta  guerra  destruirá tudo.
A escuridão cairá sobre  nós durante 72 horas (três dias).
A terceira parte que sobreviverá a estas  72 horas de escuridão e sacrifício começará a viver em uma era nova; serão os eleitos (as pessoas boas).
Em  uma  noite  muito  fria,  10  minutos  antes  da  meia-noite, um grande terremoto  sacudirá  a  Terra  durante 8 (oito) horas. Este será o terceiro sinal de que Deus é quem governa a Terra.
Os  bons, aqueles  que  propagarem esta mensagem – a profecia da virgem de Fátima – não devem temer; não tenham nenhum medo.

O que fazer?
Ajoelhe e peça perdão a Deus. Não  deixe  a sua casa e não permita que estranhos entrem nela, porque só o bom não estará em poder do mal e sobreviverá à catástrofe.
A fim de que você possa se preparar e permanecer com vida, como meus filhos que são, dar-lhe-eis os seguintes sinais:A noite será muito fria; soprarão ventos fortes; haverá angústia e em pouco tempo começará o terremoto e a Terra toda tremerá..
Feche portas e janelas e não fale com ninguém que não esteja em sua casa. Não olhe para fora, não seja curioso, porque esta é a ira do Senhor. Acenda velas benditas, porque, por três dias, nenhuma outra luz acenderá.
O movimento da terra será tão violento que moverá a Terra 23 graus;  depois ela regressará praticamente à sua posição normal.

Então, uma escuridão absoluta, total, cobrirá a Terra inteira.Todo  espírito  maligno  andará  solto,  fazendo muito mal às almas que não quiseram escutar esta mensagem e àqueles que não quiseram arrepender-se.
Acendam  as  velas santificadas, preparem um altar sagrado com um crucifixo para comunicar-se com Deus, e implorem Sua infinita misericórdia.
Tudo  estará escuro e uma grande Cruz Mística aparecerá no céu, lembrando o precioso preço pago por Seu Filho pela nossa redenção.

Na  casa,  a  única coisa que poderá dar luz serão as VELAS SANTIFICADAS de cera,  que  uma  vez  acesas nada poderá apagá-las até que terminem os três dias de escuridão.
Tenham também Água Benta, que aspergirão pela casa inteira, em especial nas portas e janelas.O  Senhor  protegerá  a propriedade dos eleitos. Ajoelhem-se diante da cruz poderosa  do Seu divino Filho,  rezem o Rosário e depois que cada Ave Maria digam o seguinte:
Oh Deus, perdoai nossos pecados, salvando-nos do fogo do inferno e levai  para o céu todas as almas, especialmente as mais necessitadas de Tua misericórdia.
Virgem Maria, protegei-nos. Nós a amamos, salva-nos, salva o nosso mundo.

Rezem 5 credos e o rosário que é o segredo do coração imaculado de Maria.Aqueles que acreditam nas minhas palavras, levem essas mensagens aos demais: NÃO  DEVERÃO  TEMER  NADA NO GRANDE DIA DO SENHOR.

Falem com todas as almas agora,  enquanto  ainda  há  tempo;  os  que permanecem calados agora serão responsáveis  por  esse  grande  número  de  almas  que se  perderão  pela ignorância.

Quando  a Terra já não tremer, aqueles que ainda não crerem em Nosso Senhor morrerão horrivelmente.
O  vento  trará  gás  e  o espalhará por toda a parte.
O sol não poderá ser visto. Pode ser que você viva depois desta catástrofe.
Não  esqueça  que  o castigo de Deus é Sagrado e que, uma vez começado, não devem  olhar para fora, por qualquer razão, já que Deus não quer que nenhum de seus filhos veja quando castigar esses pecadores.

Tudo isso está nas Escritas Sagradas. Veja no Novo Testamento:S. Lucas Cap. 21 versículos 5:11,12:19,20:20,29:33. Carta de S. Paulo, 3,8-14profeta Isaias, 40,1:5:9.

Deve-se  entender  que  Deus  permite  que  tudo  isso aconteça para que se cumpram as escrituras. Espera-se outra mensagem, que falará de arrependimento e de oração. Lembre-se  sempre  que Deus é infinitamente justo e bom e Sua a palavra Não deve ser entendida como uma ameaça, mas como uma boa notícia.

Por  favor, reproduza esta folha e envie isto a quem você conhece, de forma que  todos  nós tenhamos oportunidade para arrepender-nos e sobreviver. Nós não  sabemos  se aqueles que estão recebendo esta mensagem acreditam ou não Nele,  mas  pense  que  se Deus permite que chegue a eles é porque os quer, seja qual for sua religião.

* A irmã Lúcia, faleceu em 11 de fevereiro de 2005.
Desde os anos 20, dizia-se que essa profecia seria cumprida após a morte dela.

Publicado Agosto 11, 2012 por Admin

Articles

Comer equilibradamente – quando menos é mais

In Outros on Agosto 5, 2012 by Admin

Hara Hachi Bu – O caso Okinawa

Os habitantes de Okinawa no Japão possuem a mais elevada esperança de vida (81.2 anos) de que se tem conhecimento, assim como a maior concentração de pessoas centenárias (740 em 1.3 milhões).Imagem

Relativamente aos alimentos, a sua filosofia pode ser resumida na simplicidade da expressão “Hara Hachi Bu”, que pode ser traduzida por “comer até estar 80% cheio”. Esta prática funciona porque 20 minutos é o tempo necessário para o estômago informar o cérebro de que está cheio.

Os investigadores concluíram que a maioria dos idosos analisados estava em boa forma, sendo o índice de cancro 50-80% mais baixo e dentre os centenários analisados a demência era também rara. Os níveis de colesterol eram inferiores a 180, e a pressão arterial era baixa assim como os níveis de homocesteína (aminoácido produzido em maior abundância após a ingestão de carne e lacticínios e considerado um factor de risco elevado para doenças do foro cardíaco). As fracturas de anca eram também 20% inferiores às do restante Japão e 40% inferiores à dos E.U..

Naturalmente o conteúdo da dieta também é importante sendo a destes habitantes baixa em calorias, com ênfase no arroz integral, vegetais, frutas, derivados de soja, pequenas quantidades de peixe e raras quantidades de carne. Adicionalmente não fumam, consomem bebidas alcoólicas com moderação e são fisicamente activos.

No entanto, nada disto seria tão eficaz sem a sua máxima de base – Hara Hachi Bu

A restrição calórica

Em 1986,  o investigador Richard Weindruch informou que restringir a ingestão de calorias nos ratos de laboratório aumentava proporcionalmente a sua esperança de vida quando em comparação com um grupo de ratos numa dieta normal, mantendo também a aparência jovem e os níveis de actividade e mostrando atraso no surgimento de doenças relacionadas com a idade.

Resultados semelhantes foram obtidos com outras espécies, incluindo mamíferos como cães e vacas assim como primatas, reduzindo grandemente a incidência de cancro. Ainda que não existam, neste momento estudos concluídos relativamente à esperança de vida na espécie humana, no mínimo a restrição calórica reduz comprovadamente a incidência de doenças cardíacas e diabetes.

Similarmente ao caso Okinawa, a restrição calórica é acompanhada de preocupação com a qualidade de alimentos evitando o açúcar e os refinados, e não ingerindo demasiada proteína.

Articles

Depressão e alimentos processados

In Saúde on Agosto 5, 2012 by Admin

Em 2012, cientistas da Universidade de Las Palmas da Gran Canaria e da Universidade de Granada estudaram quase 9.000 participantes que nunca tinham sido diagnosticados com depressão. O estudo semestral, publicado na revista Public Health Nutrition Pública, revelou claramente que as pessoas que comiam fast food, fritos e produtos de pastelaria eram 51 % mais propensos a desenvolver depressão, quando comparados comparados com os que não o faziam.

Almudena Sánchez-Villegas, principal autora do estudo, encoraja as pessoas a evitar bolos, croissants, donuts, etc, assim como fast food: “Mesmo pequenas quantidades estão associadas a uma chance significativamente maior de desenvolver depressão.”

Os pesquisadores indicaram que, possivelmente as gorduras trans e saturadas seriam os principais culpados. Outras pesquisas já tinham demonstrado que as gorduras trans aumentam o risco de doença cardíaca podendo provocar inflamação no corpo e cérebro, interferindo assim com os neurotransmissores cerebrais e afectando humor.

Noutro estudo realizado durante um período de cinco anos e publicado no The British Journal of Psychiatry, os pesquisadores permitiram que 3.500 homens e mulheres  fizessem uma dieta rica em carne processada, sobremesas, fritos, chocolates, cereais refinados e  produtos lácteos com elevado teor de gordura. A conclusão foi que os participantes eram 58 % mais prováveis de ficarem deprimidos do que aqueles que se alimentaram maioritariamente de frutas, legumes e peixe. Os pesquisadores descobriram assim uma correlação direta entre o consumo de alimentos processados e a incidência de depressão e ansiedade. Estes alimentos incluiam farinha enriquecida, carnes processadas, snacks, adoçantes artificiais e açúcares adicionados a sumos comerciais sobremesas.

O famoso médico Andrew Weil, MD, declarou:. “Estou convencido de que a depressão pode representar apenas uma manifestação de aumento da inflamação por todo o corpo As gorduras dos alimentos processados podem muito bem contribuir para a depressão porque são pró-inflamatórios. “